Tipos de Tramas

BEM CARREGAR BEBE – BRASIL

Autora do texto: Tatiana Serra Dutra Gianeti

TIPOS DE TRAMAS (TECIDOS PLANOS) MAIS USADAS EM CARREGADORES DE BEBES

 

TRAMA DE REDE (hammock em inglês), TELA, BÁSICA, TRAMA SIMPLES OU TAFETÁ:

Esta é a estrutura mais simples, onde os fios da trama passam alternadamente sobre e sob os fios da teia. A tenacidade varia em função da resistência dos fios e da compacidade da sua estrutura.  Muito usado em handwovens por não precisar de um tear de pedal (mais complexo), podendo ser feito em tear de pente. Muito utilizado para redes de balanço ou descanso por permitir fabricação com gramatura elevada e alta resistência ao peso.
Exemplos: tafetá, musselina, voile, percal, trama de rede (em ingles “hammock”), linho com viscose entre outros.

TRAMA SARJA:

Esta  é uma das estruturas fundamentais em que o fio da trama passa no mínimo sobre dois fios da teia e no máximo sobre quatro.Em cada nova passagem a trama avança uma unidade para a direita ou para a esquerda, formando uma estria em diagonal. Podem ter uma gramatura bem pesada ou leves. Exemplos: sarja, sarja diamante, sarja cruzada, sarja em S, sarja em Z, espinha de peixa, gabardine, jeans, brim.

Sarja Diamante

Formam desenhos de losangos no tecido. Podem se apresentar de formas diferentes.

       

Sarja Cruzada

Desenvolvida nos anos 70 na Alemanha, por engenheiros têxteis, específicamente para produzir um tecido ideal para carregar bebês. Não se consegue comprar sarja cruzada avulsa, em nenhuma loja de tecidos, nem no Brasil nem em outros países. Ela é produzida específicamente por cada marca de portabebês. É um tecido não elástico que oferece suporte perfeito para carregar bebês, pois não cede nos sentidos longitudinal nem transversal, porém cede com maior maleabilidade que outras tramas em ambas diagonais, amoldando-se perfeitamente ao bebê e aos movimentos da dupla carregador-bebê. Não tem limite de peso, porém dependendo do país as marcas precisam colocar por lei quanto peso é ergonômicamente ‘seguro’ carregar amarrado no corpo. O tecido amacia com o uso, ficando mais suave e maleável, ganhando qualidade com o tempo.

   

 Sarja Espinha De Peixe:

 Formam Zig Zag (chevron) no tecido. Também existem diferentes apresentações.
   

 

 TECIDOS JACQUARD

 Estruturado a partir da combinação de ligamentos e padrões variados, sendo que cada fio de urdume pode ser controlado individualmente a cada passagem da trama. O efeito é de uma quantidade ilimitada de desenhos de diversos tipos de fundo. Pode-se obter efeitos multicolores. Tem a propriedade de ser atrativa com bom caimento, porém de durabilidade sujeita à qualidade dos ligamentos e fios utilizados. Obtêm-se tecidos como brocado, damasco e matelassê que podem ser utilizados para decoração, vestuário, roupas de cama e mesa, etiquetas, além de lindos porta- bebês.

 

Todos os textos disponibilizados pelo grupo Bem Carregar Bebê – Brasil são de livre circulação e uso não comercial. Somos um grupo de assessoras que pretende difundir o Bem Carregar de forma democrática, gratuita e livre, portanto ao utilizar informações publicadas nos arquivos do grupo, citar obrigatoriamente fonte e autoria.